Robotização: empregos que podem ser substituídos por robôs

0
379

O sonho da maioria das grandes organizações é a robotização das funções, afinal, o aumento da produtividade e baixo custo – quando comparado com um funcionário regular – brilham os olhos dos donos.

Essa tendência tem sido muito valorizada, mas também temida, já que a automatização tem substituído profissões que não são tão simples e repetitivas como antes.

QUAIS EMPREGOS ESTÃO AMEAÇADOS

De acordo com Carl Frey, pesquisador da Universidade de Oxford, no Reino Unido, elaborou um estudo que estima as chances de um emprego passar a ser realizado por um robô.

Em um padrão encontrado, os setores que prestam serviços são os mais ameaçados, como:

  1. Agente de crédito
  2. Analista de crédito
  3. Corretor de imóveis
  4. Gerente de remuneração e benefícios
  5. Atendentes de agências de correios
  6. Operadores de usinas nucleares
  7. Analista de orçamento
  8. Contador e auditor
  9. Técnico de geologia e petróleo
  10. Operadores de estações de exploração de gás

Mas há quem se engane que apenas profissões exercidas pela classe média estão correndo riscos de substituição, já foram testados e noticiados robôs-médicos, robôs-advogados e robôs-jornalistas.

COMO SE PREVENIR

Apesar de todos os pontos positivos, os robôs não conseguem aprender a ter inteligência social e serem originais, treinar essas habilidades pode tornar a tarefa de substituir sua função no trabalho muito mais difícil.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA