Glúten: vilão ou inocente?

0
344

O glúten é a combinação de dois grupos de proteínas que estão presentes nos grãos de trigo, cevada e centeio, ele é o responsável pela elasticidade das massas, ou seja, é por causa do glúten que o pão cresce. Hoje, muito se fala sobre os malefícios do ingrediente nas dietas e a exaltação de alimentos “sem glúten”, mas a história não é bem assim.

Glúten: vilão ou inocente?

Existe uma enfermidade chamada de “doença celíaca”, nela a ingestão do glúten traz ao paciente desconfortos intestinais, dor, diarreia e inchaço, podendo resultar a longo prazo em anemia. Para essas pessoas a ingestão da proteína é contraindicada, assim como para quem possui sensibilidade não-celíaca. Porém, o diagnóstico do problema deve ser feito por um clínico-geral ou gastroenterologista e não por modismo, visto que a ausência das proteínas encontradas nesses alimentos pode resultar em uma alimentação pobre em fibras.

O glúten engorda?

Há quem corte o ingrediente do dia-a-dia por imaginar que essa dieta o fará emagrecer, o que está errado. O emagrecimento se dá pela menor ingestão dos carboidratos em que ele está presente, ou seja, quando o seu consumo de calorias diminui, seu corpo emagrece. É assim com todos os ingredientes, seja açúcar ou gordura, mas não um aspecto exclusivo do glúten.

Pelo misticismo que se criou ao redor desse nome, hoje as palavras “100% natural” e “livre de glúten” são acusadas de mexerem mais com a cabeça dos consumidores do que com sua saúde de fato. Por isso, é importante manter sua dieta adequada com a ingestão da proteína, a menos que seja recomendações médicas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA