Giro do fim de semana #11

0
401

Fique por dentro agora das notícias que aconteceram na semana passada com o Giro do fim de semana #11.

JOÃO DORIA X AMAZONJOÃO DORIA X AMAZON

Quem viveu, viu. Para lançar seu novo produto no mercado brasileiro, a multinacional Amazon fez uma campanha projetando frases de livros nos muros de São Paulo, criticando indiretamente o projeto do então prefeito, João Doria, de pintar a cidade de cinza, onde haviam pichações.

Quase instantâneo, Doria rebateu a crítica, com o vídeo em sua página oficial do Facebook, dizendo que se a empresa realmente ama a cidade, que doasse livros para suas escolas públicas. No meio do fogo cruzado – com toda a classe -, quem saiu ganhando foi a população, visto que empresas como Saraiva, Multilaser e Kabum! entraram na onda e fizeram doações totalizando mais de 200 mil exemplares. A Amazon também se comprometeu a fazer doações e liberou downloads de alguns títulos em seu aplicativo.


CRÉDITO ROTATIVO: PARE DE PAGAR O MÍNIMO DA SUA FATURACRÉDITO ROTATIVO: PARE DE PAGAR O MÍNIMO DA SUA FATURA

Hoje, segunda-feira, 03 de abril, começa a valer a nova regra determinada pelo Banco Central sobre a utilização do crédito rotativo.

Mas o que é isso?

O crédito rotativo é uma alternativa que o consumidor tem para pagar o seu cartão de crédito e não ficar inadimplente. Todas as vezes que não se paga a fatura inteira, mas sim o seu valor mínimo, você usa o crédito rotativo. É da cultura dos usuários, se embolar nas dívidas por pagarem a todo o mês, consecutivamente, apenas os 15% da sua fatura e aumentarem a dívida com os juros imensos dos cartões.

Para coibir esse comportamento e forçarem os bancos a parcelarem as dívidas com juros menores, o crédito rotativo será permitido apenas para um mês, sendo proibido fazê-lo consecutivamente. A boa notícia para quem está com dívidas, é aproveitar para negociá-la com juros de 1,99% a 9,99%, diferente dos mais de 16% praticados atualmente.


EVITE TESTES DE FACEBOOKEVITE TESTES DE FACEBOOK

Foi alertado por especialistas da Kaspersky Lab, que as brincadeiras que circulam pela rede social, produzida pela empresa Vonvon, como “Qual celebridade você se parece?” é na verdade um método para a companhia ganhar receita. Para realizar os testes, você precisa permitir que o aplicativo tenha acesso ao seu nome, foto, idade, sexo, idioma, país, amigos e também, seu e-mail pessoal.

Com essas informações, a empresa monta perfis de usuários e enviam spams oferecendo produtos e vendendo publicidades. Então, caso seu e-mail comece a lotar com anúncios, já sabe de onde vem. Existem soluções no mercado, como o Unroll.me, que desfaz assinaturas que não te interessam.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA