Entenda sobre a Reforma da Previdência e como se prevenir

0
552

Para que possamos entender o que vai mudar na aposentadoria que você contribui ou começa a contribuir, é preciso saber como são suas regras nos dias atuais. A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) sobre Reforma da Previdência, quer alterar os tempos de contribuição e de idade para o trabalhador poder se aposentar, com a justificativa no déficit nos cofres públicos.

Atualmente, existem duas formas para se aposentar pela máquina pública em nosso país, que são: por tempo de contribuição ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) ou por idade mínima de trabalho. Essas formas seguiam regras específicas que, ao serem atingidas, devolvia ao trabalhador aposentado mensalmente o valor estipulado contribuído.

REGRAS PARA TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

A idade mínima permitida para se contribuir com o Imposto de Renda é de 16 anos, porém segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o comum para o brasileiro é começar a contribuir após os 23 anos, em empregos com carteira assinada. Assim, foi estipulado que se o homem tiver 35 anos de contribuição ao INSS e a mulher 30 anos, estão aptos a se aposentarem.

Neste caso, também há uma regra chamada de Fórmula 85/95, é quando seu tempo de contribuição, somado a idade, corresponde aos valores 85 – para mulheres – e 95 – para homens, se o número for atingido, já é possível ao trabalhador pleitear sua aposentadoria.

REGRAS PARA IDADE MÍNIMA

Homens com 65 anos e mulheres com 60 estão aptos a se aposentarem, após o seu tempo de carência – 180 meses de contribuição -, mesmo não tendo contribuído com seus respectivos valores do tópico acima. Para receberem sua porcentagem, ela é calculada a partir de 70% do seu salário de benefício, sendo acrescido 1% a cada ano a mais trabalhado. Ou seja, se um homem se aposenta por idade, aos 65 anos, mas contribuiu 20 anos de sua vida, terá um retorno mensal de 90% (70% + 20%) do salário de benefício.

O QUE IRÁ MUDAR

A proposta do governo é que se alterem tanto o tempo de contribuição, quanto a idade para se aposentar. Tratando como regra geral, sem entrar nas exceções, a idade mínima para se aposentar, irá, para ambos os sexos, para 65 anos, com o tempo de contribuição de 25 anos para todos. A verdade escondida é que, com esses mesmos 25 anos, você receberá 76% do seu salário, apenas.

Para que o trabalhador consiga aposentar e receber a conta cheia de sua contribuição, deverá trabalhar e contribuir ao INSS por 49 anos, que seria os 25 anos mínimos estipulados e os 24 anos que faltam para atingir os 100%.

COMO SE PREVINIR

Caso o projeto da PEC siga em frente, é bom o trabalhador se prevenir para ter uma aposentadoria que garanta sua subsistência e seu conforto. Atualmente, os bancos oferecem previdências privadas que proporcionam ao empregado ter uma renda extra quando se afastar dos seus serviços e restar apenas com o salário de aposentado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA