Conheça Algumas Curiosidades Sobre o Feriado 7 de Setembro

0
37

No feriado 7 de setembro, celebramos a Independência do Brasil. Por trás da história que resultou na emancipação brasileira, há muitos fatos que nem sempre podem ser encontrados  nos livros. Por isso, listamos alguns fatos curiosos de de um dos períodos mais importante para o país. Confira e descubra!

 

 A Maçonaria no processo de Independência

A data tão representada pelo feriado 7 setembro não teria sido possível sem a interferência da maçonaria. Desde o século XVIII havia maçons no Brasil, e muitos deles envolveram-se em movimentos políticos contra a Coroa Portuguesa. Foi o caso da Inconfidência Mineira, por exemplo.

Em 17 de junho de 1822, quando a reação brasileira às pretensões da corte portuguesa já estava em seu auge, houve a criação da organização maçônica Grande Oriente Brasílico, que se apartava do Grande Oriente Lusitano, que já tinha lojas maçônicas no Brasil. D. Pedro I, em 2 de agosto de 1822, foi iniciado em uma das lojas tipicamente brasileiras, chamada “Comércio e Artes”, adotando o codinome de Guatimozin.

 

O “Fico” e a Rebelião de Avilez 

 

Desde o fim do ano de 1821, Pedro I passou a receber sequenciais ultimatos da corte portuguesa para voltar a Portugal. O então príncipe regente esteve prestes a regressar, mas foi convencido a permanecer no país por meio de uma mobilização organizada pelo mesmo grupo de maçons que mencionamos acima.

A oficialização da opção de Pedro I ocorreu no dia 9 de janeiro, que ficou conhecido como “dia do Fico”. O oficial português encarregado de ultimar Pedro I era Jorge Avilez Tavares, que era governador das Armas da Corte e Província do Rio de Janeiro. Após a decisão do príncipe, Avilez amotinou-se com cerca de 2.000 soldados a fim de tentar derrubar o príncipe.

Pedro I, então, ordenou que cerca de 10.000 soldados da Guarda Real cercassem o motim. Derrotado, Avilez teve que acatar a ordem dada por D. Pedro de voltar para Portugal.

 

 Manifestos de agosto de 1822 

Os chamados Manifestos de agosto de 1822 tiveram também grande importância no processo de Independência e foram redigidos por duas das principais lideranças desse processo, sendo eles dois maçons já mencionados aqui: Gonçalves Ledo e José Bonifácio. Cada um desses manifestos defendia uma orientação política a ser seguida pelo Brasil após a independência.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o feriado de 7 de setembro, continue acompanhando todas as novidades do blog da Netsabe!

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA