Conheça a prática da escalada

0
768

Hoje, no Blog, iremos contar um pouco sobre o esporte de escalada. Um desporto que exige um bom condicionamento físico, concentração e coragem. Atualmente, a prática de escalar não é tão perigosa, devido a todos os equipamentos de segurança que são utilizados, porém, sem estes, a queda pode deixar marcas.

Com origem no inverno ucraniano, nos anos 70, a escalada vem ganhando adeptos em toda parte do mundo. Se trata de um esporte radical realizado em locais onde há inclinação vertical acentuada, utilizando-se das práticas do montanhismo – esporte que une caminhada com escalada -, o desporto possui várias modalidades, dentre elas: escalada de bloco, esportiva, artificial, indoor, big wall, alpina e em alta montanha ou alpinismo.

Dentro de algumas destas modalidades, existem duas maneiras de se escalar. A primeira, a corda que protege da queda, já está no topo do percurso, chamada de escalada ao topo; na outra, a corda é levada na cintura e, à medida em que o esportista sobe, prende-a nos mosquetões que estão na parede, esta é a escalada a abrir.

ESCALADA EM BLOCO
Escalada em bloco

Também chamada de Boulder, essa prática não se utiliza equipamentos de segurança, como as cordas e mosquetões, visto que os blocos de pedras não ultrapassam 6 metros de altura. Para a proteção do esportista, são necessárias sapatilhas, carbonato de magnésio para as mãos e um colchão para a queda. Os blocos de rochas nesta modalidade são chamados de “problemas”.

ESCALADA ESPORTIVA
Escalada esportiva

Diferente do Boulder, na escalada esportiva os percursos que o esportista subirá, são chamados de “vias”. Extremamente segura, essa modalidade pode ser realizada em qualquer lugar, seja em paredes de pedras ou artificias com altura considerável, colocando em destaque a preparação física do atleta. A escalada esportiva foi confirmada como um dos novos esportes que estarão nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020.

ESCALADA ARTIFICIAL
Escalada artificial

Essa é uma técnica em que o escalador se utiliza de equipamentos para progredir, ou seja, são colocados durante a via pontos de segurança com cerca de 1 metro de distância, para fornecer ajuda em sua progressão. O atleta que abriu a via determina a dificuldade do trajeto e, para alterá-la, é preciso o seu consentimento por questões éticas do esporte.

ESCALADA INDOOR
Indoor

Usualmente, a modalidade é disponível em academias, a escalada indoor é uma atividade que estimula o corpo e a mente. Realizada em paredões fixos, a prática fortalece os músculos do bíceps, tríceps, antebraços, dorsal e costas. Neste esporte, é necessário estar em dupla, onde um dos atletas sobe o paredão e o outro funcionará de contrapeso, no chão, para que tenham segurança na queda.

BIG WALL
Big Wall

Não se trata, exatamente, do modo de se escalar, mas da duração. Um big wall é quando a equipe precisa pernoitar no meio da parede. Essa modalidade é para os experientes, pois envolve um planejamento e organização que amadores ainda não estão habilitados. São necessários consigo muitos equipamentos, como: comida, água, barracas, sacos de dormir, fogareiro e muito mais. Em alguns locais, as paredes escaladas passam até os 1000m de altura.

ESCALADA ALPINA
Escalada alpina

Praticada nas montanhas, essa modalidade tem, eventualmente, o fator gelo para dificultar. Suas paredes são de difícil acesso e é exigido conhecimento do escalador sobre rocha e gelo. A velocidade conta muito nessa variante, visto que quanto mais rápido o escalador, menores são as chances de encontrar uma avalanche.

ESCALADA EM ALTA MONTANHA
Escalada em alta montanha

Nessa, o que conta é a pressão atmosférica, é a mais realizada na Cordilheira dos Andes, onde há picos com mais de 6 mil metros. O atleta necessita conhecer os limites de seu corpo, visto que nessas condições de baixa pressão o organismo tende a sucumbir em enjoos, dores de cabeças, insônia, podendo ser fatal.

Quer aprender a escalar? Busque no Netsabe onde ter aulas e vire um adepto deste esporte.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA