Conheça a Patos de Minas além do milho

0
1513

Ao se ouvir falar em Patos de Minas, o mais provável é pensar – quase imediatamente – em milho. E com razão! Essa associação não é por acaso, visto que o município mineiro tem uma longa história na produção desse cereal.

Pipoquinha

O milho é tão importante para Patos de Minas que a cidade conta, até mesmo, com um museu totalmente dedicado à história dessa cultura – o Museu da Cultura do Milho. Além disso, uma super infraestrutura é montada para a tradicional Festa Nacional do Milho (Fenamilho), que movimenta toda a região. Shows, mostras culturais, venda de artesanato, bailes, rodeios, eleição da rainha da festa: a festa conta com atrações para todos os gostos. Participar da Fenamilho é uma ótima oportunidade para conhecer a cidade.

Para além do milho, Patos é uma cidade que encanta todos que a visitam. Atrativos naturais e culturais, clima agradável e ótima infraestrutura fazem do município um dos mais interessantes destinos na região do Alto Paranaíba. A cidade tem um ótimo acervo arquitetônico, com construções que abrangem do colonial mineiro ao contemporâneo.

Uma das primeiras referências documentais que se têm da origem de Patos de Minas é uma escritura lavrada no dia 19 de julho de 1826, na Fazenda dos Patos, referente à doação do patrimônio ao “glorioso Santo Antônio”, por Antônio Joaquim da Silva Guerra e sua mulher, Luzia Correia de Andrade. No documento há uma indicação que a fazenda ficava na “Aplicação de Santa Ana da Barra do Espírito Santo”.

No Parque do Mocambo, nos lagos, nos rios e ribeirões situados nos arredores da cidade se têm opções de lazer e para a prática de esportes de aventura. No município, estão as nascentes do Rio da Prata e do Rio Paranaíba.

lagoa-grandewide1

Um teatro e um conservatório amplamente utilizados movimentam a vida cultural da cidade que conta com grupos de teatro, artistas plásticos, músicos, academias de dança e grupo de dança de rua. Dois museus preservam a história política, social e econômica de Patos de Minas – o Museu da Cidade e o já citado Museu da Cultura do Milho.

Na área da cultura popular, Patos de Minas mantém as tradicionais manifestações folclóricas – ternos, folias de reis, congados, catupés e moçambiques. Os grupos Maria do Algodão, do Capim e da Palha também colaboram para a preservação dessas tradições. Tecelagem, cestaria, madeira, palha e cabaça são os principais elementos do diversificado artesanato.

Não se pode visitar Patos de Minas e deixar de experimentar as quitandas locais (pamonha, broa de milho, pão de queijo) e os doces caseiros. Também existe no município boa produção de rapadura, farinha e cachaça.

Catedral_de_Santo_Antônio_em_Patos_de_Minas

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA